A imagem vencedora do “Wildlife Photographer of the Year” é de um fotógrafo da National Geographic que seguiu um grupo de leões durante seis meses.

ng3646253

Michael Nichols seguiu um grupo de leões durante seis meses, pelas planícies do Serengeti, na Tanzânia, até conseguir a imagem perfeita. Habituadas à sua presença, as leoas deixaram-se fotografar num momento de descanso, ao final do dia. Nichols fotografou com infravermelhos, o que “transformou a luz e tornou o momento em qualquer coisas primária, bíblica quase”, explica o fotógrafo da National Geographic na página dos prémios. Ao mesmo tempo, é a imagem de um mundo que está a desaparecer: meses depois três das fêmeas da fotografia tinham sido mortas.

A fotografia valeu-lhe o prémio de Melhor Fotógrafo de Vida Selvagem de 2014 (Wildlife Photographer of the Year), do Museu de História Natural britânico, uma competição que já vai na 50.ª edição.”

http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=4194912&seccao=Biosfera

Esta noticia foi escolhida devido à sua importância no mundo da fotografia.

Acho incrível um fotografo conseguir estar seis meses num local só para conseguir tirar uma fotografia “perfeita”  e assim conseguir ganhar o prémio de Melhor Fotógrafo de Vida Selvagem de 2014.

João Simões

9963

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s