Animação Independente conquista espaço para os Óscares

A Pixar, produtora norte-americana de cinema de animação pertencente à Walt Disney que dominou esta indústria nas últimas duas décadas, e que “açambarcou” a maioria dos Óscares durante esse período, está fora da lista dos pré-seleccionados para as nomeações para os próximos prémios da Academia de Hollywood.

A ausência da produtora de Toy Story 3 – vencedor do Óscar em 2011 e que se tornou no maior êxito de bilheteira de sempre no cinema de animação – decorre da inexistência de qualquer produção nova no corrente ano. Mas tal não significa que as majors americanas estejam fora da corrida aos Óscares de 2015.

A Walt Disney está representada por filmes que já correram ou estão a chegar às salas portuguesas, como Aviões – Equipa de Resgate, Sininho – Fadas e Piratas, ou Os Novos Heróis, este com estreia nacional agendada para dia 18 de Dezembro. Outros grandes estúdios confirmam a supremacia da indústria americana no sector através de produções da DreamWorks (Como Treinares o teu Dragão 2, Mr. Peabody & Sherman, ou Penguins of Madagascar – este também a estrear brevemente entre nós, a 4 de Dezembro), da Warner Brothers (O Filme Lego) ou da Twenty Century Fox (Rio 2).

Ana Rita Encarnação, 9482, CE

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s